Blog

O custo do atraso no setor público

O custo do atraso no setor público

menos de 1 minuto O governo não vive de produzir e vender seus serviços, mas não está dispensado de executar investimentos e serviços com eficiência, qualidade e racionalidade. Nos últimos 200 anos o mundo tem sido um lugar complexo, com fantásticas realizações a favor da vida e da melhoria do bem-estar social, mas também com grandes tragédias humanas, como guerras, fome e violência urbana. As inovações tecnológicas, gerenciais e comportamentais vêm explodindo em escala exponencial, abrindo enormes possibilidades para a melhoria do padrão de Continue lendo

Por que é preciso inovar no setor público?

Por que é preciso inovar no setor público?

8 minutos Esta pesquisa tem como objetivo entender melhor as razões para se inovar no âmbito do setor público. O trabalho se propõe a demonstrar que inovar é resultado de uma mentalidade a ser construída nas organizações, tanto públicas quanto privadas, para resolver problemas e transformar cenários. Tamires Natalia Brumer Pedrosa, 12 de dezembro de 2017 1. Introdução A partir de meados do século passado, a ascensão dos Estados de bem estar social culminaram na complexificação do aparelho de Estado, diante do surgimento de Continue lendo

Pedro Cavalcante, do Ipea: é possível inovar no setor público

Pedro Cavalcante, do Ipea: é possível inovar no setor público

6 minutos Soluções inovadoras no setor público podem melhorar a qualidade dos serviços e da gestão Por Carol Oliveira Inovação costuma ser um termo imediatamente ligado ao setor privado. O setor público, por sua vez, frequentemente aparece como sinônimo de lentidão, burocracia e ineficiência. Mas não precisa ser assim. No livro Inovação no Setor Público: teoria, tendências e casos no Brasil, publicado em outubro, um grupo de pesquisadores do Ipea mostra como é possível tanto para melhorar os serviços prestados à população como para estimular o desenvolvimento Continue lendo

Agenda positiva de governança pública

Agenda positiva de governança pública

3 minutos Nem todas as atividades econômicas devem se sujeitar ao controle prévio e intensivo da Administração Pública. O Estado deixa de ser tutor para ser vigilante Somos bombardeados com notícias de déficits fiscais, denúncias de corrupção, deficiências crônicas na prestação de serviços e dúvidas sobre a efetividade de políticas públicas. O sentimento é de descrença na capacidade do Estado de administrar os bens públicos. Mas como voltar a ter esperança num futuro melhor? Como avançar? O cenário de crise impõe um debate maduro Continue lendo

Há caminho para as cidades serem mais inteligentes?

Há caminho para as cidades serem mais inteligentes?

4 minutos *Por Fernando Matesco, 23/06/17 Entende-se por uma cidade inteligente a cidade que utiliza meios para melhorar a qualidade de vida, a eficiência nas operações e os serviços urbanos, tendo como foco principal o cidadão. O cidadão deve estar no centro dos programas de inovação e modernização das cidades, a cidade deve ser atrativa com relação aos aspectos sociais, econômicos e ambientais. O maior motivo das cidades existirem é o cidadão. Para a construção de uma cidade inteligente, a governança participativa é fundamental, Continue lendo

Os dados confirmam: boas práticas de governança valorizam ações

Os dados confirmam: boas práticas de governança valorizam ações

3 minutos Conheça o impacto que uma boa política de governança pode ter na lucratividade de uma empresa Por Abril Branded Content , 23/06/17 A questão da transparência corporativa nunca esteve tão em evidência como nos últimos anos. De acordo com um estudo feito pela consultoria Deloitte com 103 empresas, os principais motivos para a estruturação de uma área de governança são o aumento na qualidade das informações (84%) e a profissionalização da gestão (71%). Além disso, 79% das companhias com capital de origem brasileira Continue lendo

Impacto da comunicação interna na política de RH

Impacto da comunicação interna na política de RH

2 minutos A comunicação interna tem papel fundamental na área de recursos humanos das organizações, ambas devem andar juntas para o bom entendimento das estratégias da empresa. Autor : Jéssica G. Santin – Assistente de recursos humanos no Brasil. A comunicação interna tem como ideias chave: ouvir, informar, apoiar e envolver todos da organização desde a diretoria até a fábrica. Pois uma comunicação eficaz não pode se deter apenas aos setores de gerência, todos devem saber o que a empresa deseja e onde quer chegar. Continue lendo

Governo reafirma uso da TI com o foco voltado ao cidadão

Governo reafirma uso da TI com o foco voltado ao cidadão

6 minutos Pensar a tecnologia e a inovação com foco na prestação de serviços públicos de qualidade. Esse foi o tema da “Expo TIC Brasília”, que aconteceu nesta terça-feira (16) em Brasília, promovido pela Network Eventos, em parceria com a Associação Brasileira de Software (ABES). O encontro serviu para os principais atores da TI federal ressaltarem um discurso que vem sendo unificado nos últimos meses, que já se tornou um compromisso: a TI só se justifica, quando seu foco for dotar o cidadão com Continue lendo

CNM vai apresentar projeto para governança municipal

CNM vai apresentar projeto para governança municipal

2 minutos O projeto tem por objetivo contribuir para o fortalecimento de capacidades locais A programação da XX Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios está repleta de espaços para debater temas importantes ao municipalismo. Dentre esses, está o projeto Governança Municipal, que deverá estimular a discussão sobre iniciativas inovadoras na gestão pública. O projeto foi criado pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) em parceria com a União Europeia. Para a entidade, é fundamental a cooperação entre universidades e centros de ensino e a Continue lendo

Orçamento curto é o principal desafio dos prefeitos em 2017

Orçamento curto é o principal desafio dos prefeitos em 2017

3 minutos Em tempos de crise econômica, a tecnologia pode ser aliada na busca pelo equilíbrio das contas públicas municipais A partir do próximo dia 1º de janeiro, prefeitos e prefeitas eleitos vão assumir a administração dos municípios brasileiros e lidar com uma crise econômica que corrói os cofres públicos. Segundo levantamento da Confederação Nacional de Municípios, 60% das cidades do país vão terminar este ano com contas a pagar. Em 2015, 42,6% dos municípios fecharam o ano no vermelho. A principal fonte de Continue lendo